14/11/2010

Dor...

Será que isto nunca vai acabar? Será que esta dor nunca vai desaparecer? Mais um bater no fundo, mais lágrimas, mais sofrimento... Já nem precisa acontecer nada, basta pensar, basta parar um bocadinho e lembrar-me de tudo... Recordações do que foi, recordações de como acabou, recordações de tudo o que aconteceu já separados...
É uma dor que não dá para explicar, rasga-me o peito, marca-me a pele e a alma. É tão forte que quase deixo de respirar, sinto-me sufocar...
Continuei sempre o meu dia-a-dia, nunca me deixei abandonar completamente dentro da dor, mesmo que a cada manhã em que abria os olhos e acordava me apetecesse esquecer que o mundo existia e a vida continuava.
Sempre continuei a minha rotina mesmo que só me apetecesse desistir de tudo. Passava o tempo todo a ouvir dizer que tinha de continuar a viver, achava que cada vez que me levantava da cama para ir trabalhar era isso que fazia. Não demorou muito para perceber que não era, não vivia, sobrevivia... Mas não tinha forças para fazer de outra maneira e continuo a não ter.
Continuo a levantar-me todos os dias de manhã e a fazer as mesmas coisas de sempre, saio com os meus amigos, consigo rir e até divertir-me, mas não posso enganar-me, continuo a sobreviver, continuo a sofrer, continuo da mesma dor que começo acreditar que nunca me irá deixar...

Geri

Um comentário:

  1. Mas não podes acreditar que nunca te vai deixar...

    ResponderExcluir

Estejam à vontade para comentar, cá estarei para responder!